Santos Populares Marchas de Santo António Arquivo Cantinho da Madeira

Santos Populares

  • DATE 13/02/2014

Um por toda a Madeira e Porto Santo, o mês de Junho é sinónimo de Festa em louvor aos três Santos Populares. Cada paróquia vive, com mais ou menos intensidade, esta quadra.  No entanto, há localidades onde, como diz o povo, a festa é mais "rija". 

» Santo António

As celebrações arrancam com o Santo António a 13 de junho. No entanto, as festividades começam mais cedo, com as chamadas “novenas”. Iniciam-se a 4 de junho e terminam dia 12, véspera de Santo António. O Santo casamenteiro é assinalado de uma forma particular na Freguesia de Santo António, no Funchal. A Igreja é iluminada e as ruas são decoradas de forma a criar um ambiente de arraial.

O concurso de marchas populares é um dos pontos altos com a participação de grupos oriundos de diferentes localidades da Região. Cada marcha prepara-se ao pormenor com motivos alusivos à época. No desfile cantam-se quadras populares ao primeiro dos 3 Santos Populares.

Santo António, Santo António
Ó meu Santo milagreiro
Arranja uma moça bonita
Para um rapaz solteiro.

As festividades terminam dia 13 com a celebração religiosa e a procissão que reúne centenas de fiéis.

Santo António é a freguesia mais populosa da Madeira com 27 437 residentes de acordo com os Censos 2011.

Mais recentemente a Zona Velha do Funchal passou também a receber o desfile de marchas populares de diferentes freguesias do Funchal. Uma iniciativa que pretende dar um novo fôlego ao Centro Histórico da Cidade, atraindo turistas e residentes.

» São João

É o Santo Popular mais celebrado em toda a ilha, de 23 para 24 de junho.

No Funchal, a animação está centrada na Praça do Carmo, com os conhecidos “Altares de São João”. As ruas em redor são ornamentadas e os comerciantes da zona colocam ao dispor dos clientes os pratos típicos da época, com destaque para o atum com “semilhas” e as sardinhas assadas na brasa.

No passado, a Capela de São João da Ribeira, também no Funchal, era um dos locais mais concorridos arraiais de toda a Região.

As Festas em honra de São João são também vividas intensamente no Porto Santo e no Concelho da Calheta.

Na Ilha Dourada, as marchas são organizadas por diferentes grupos oriundos de diferentes sítios (Campo de Cima, Campo de Baixo, Camacha, entre outros). Trabalham afincadamente para dar a conhecer as origens e o que de melhor a ilha tem para oferecer aos visitantes. Uma mensagem que é transmitida nas quadras entoadas no desfile. Abordam-se temas como os fornos da cal, as conchas, a praia, os moinhos, o bordado madeira, as uvas do Porto Santo, etc.

As uvas da Ilha são um tesouro

De grande qualidade

Arrumadinhas em cestos

Eram levadas para a Cidade

Marcha do Campo de Baixo

 
O extenso areal dourado, com propriedades medicinais, é a imagem de marca do Porto Santo. A Ilha, servida por transportes marítimos e aéreos, acolhe cerca de 5 500 residentes. No pico do Verão, em Agosto, passam pelo Porto Santo milhares de pessoas.

» São Pedro

O Santo Protetor dos Pescadores é assinalado a 29 de junho. O último dos Santos Populares é assinalado com pompa e circunstância na Vila da Ribeira Brava, Câmara de Lobos e no sítio de São Pedro, em Santa Cruz. São locais com tradição piscatória.

No entanto, a mais concorrida é a Festa da Ribeira Brava. No passado, algumas empresas de transporte marítimo realizavam viagens em barco de recreio entre a Marina do Funchal e a Ribeira Brava. O arraial ficou conhecido pela forte animação musical e pelas marchas populares sobretudo na véspera de São Pedro.

A Ribeira Brava, elevada à categoria de Vila em 1928, conta atualmente com 6 585 habitantes (Censos 2011). O vale que atravessa a freguesia é a imagem de marca. A ribeira nasce a mais de 300 metros de altitude e tem 8 km de percurso.

Em Câmara de Lobos as celebrações de São Pedro acontecem em combinação com a Festa do Peixe Espada Preto. Assim sendo, às marchas populares aliam-se as barracas de comes e bebes, fogo-de-artifício e diversos espetáculos musicais.

São Pedro não escapa às quadras dos Santos Populares. Com mais ou menos inspiração as mensagens ao Santo não podem faltar nas marchas populares.

São Pedro meu padroeiro

Trazes a chave na mão

Vê se encontras meu amor

Para abrir meu coração.

Lido 9678 vezes

Artigos relacionados

Visitantes

8402542
Hoje459

O Cantinho da Madeira nasceu no ano 2006 com o objetivo de promover a Região Autónoma da Madeira, em especial junto da comunidade portuguesa no mundo.

Descarregue as nossas APP´s
para iOS e Android

Top
Aviso! Este site utiliza cookies para melhorar e personalizar a navegação dos utilizadores. More details…