CARNAVAL

  • 11.JPG
  • 7.JPG
  • 15.JPG
  • 13.JPG
  • 8.JPG
  • 3.JPG
  • 10.JPG
  • 4.JPG
  • 2.JPG
  • 5.JPG
  • 9.JPG
  • 12.JPG
  • 6.JPG
  • 1.JPG
  • 14.JPG

Julgamento dos Compadres

A Sentença dos Compadres é uma manifestação de cariz popular. Surgiu como forma da população fugir à dureza da rotina, sobretudo no cultivo da terra.

A tradição, com mais de 50 anos, resulta igualmente de uma forte rivalidade entre homens e mulheres, em especial entre compadres e comadres. Há quem considere que se trata da "importação" de um evento idêntico que acontecia nos Açores.

No "julgamento" são acusados de muitas infidelidades e de outros pecados. O ritual acontece numa "sala de audiências improvisada" junto à Câmara Municipal de Santana. O momento alegra os milhares de pessoas, entre residentes e turistas, que visitam o concelho.

O julgamento na praça pública é uma severa sátira política, social e religiosa. Os temas mais polémicos da atualidade não escapam à crítica. Tudo serve de pretexto para o diálogo, desenvolvido sob a máxima de que "é Carnaval e ninguém leva a mal".

No final da Sentença, o compadre e a comadre são queimados. Um momento apreciado pelos forasteiros.

A Festa dos Compadres, também dominada pelo cortejo etnográfico e divertidas figuras gigantes, marca o arranque da época de Carnaval na Madeira.

Este ano foram licenciadas pela Câmara Municipal de Santana cerca de 30 barracas de comes e bebes para animar a festa.

Carnaval

Na Madeira os primeiros festejos de Carnaval de que há registo aconteceram na Rua da Carreira. Era naquela artéria da Cidade do Funchal que se reuniam os foliões que festejavam a quadra de uma forma muito original. Os mascarados eram "bombardeados" com ovos, farinha e água. Não é por acaso que muitos foliões traziam já o casaco do avesso.

Era também tradição os assaltos às casas particulares. Em termos práticos, os grupos de foliões reuniam-se e iam às casas exigir aos proprietários uma festa.

Com o passar dos anos, a tradição foi extinta dando lugar a outros acontecimentos como é o caso do tradicional Cortejo Trapalhão que ainda persiste nos dias de hoje, na tarde da terça-feira gorda.

Como o turismo tem grande expressão na Região Autónoma houve necessidade de criar um Cortejo Alegórico à altura da exigência dos que nos visitam. No desfile de sábado à noite participam várias trupes com milhares de figurantes que inundam as ruas do Funchal de música e alegria. A folia caraterística desta época estende-se também aos bares, hotéis e discotecas da Região.

Festa dos Compadres

Os festejos de Carnaval não se limitam à capital madeirense. Por toda a ilha surgem manifestações alusivas a esta quadra. Destaque para a Festa dos Compadres, em Santana, que é caraterizada pela presença de bonecos fantoche em tamanho gigante. Comadres e compadres juntam-se "para se descobrirem, com humor, algumas verdades". Faz-se o o julgamento público da comadre, acusada de muitas infidelidades, que é queimada na via pública num ritual que encerra o fim do folguedo.

Festa dos Compadres

A Festa dos Compadres é uma das mais antigas tradições do Carnaval madeirense. Acontece na semana que antecede os festejos oficiais do carnaval. Um dos pontos altos é o cortejo etnográfico e o julgamento do compadre e da comadre.

Cantinho da Madeira

O Cantinho da Madeira é um projeto direcionado para a comunidade lusófona criado em julho de 2006. O portal, sem fins lucrativos, contempla uma rádio online com programas regulares produzidos por portugueses na diáspora.
Somos Marca Nacional com registo na Sociedade Portuguesa de Autores.

Nossos visitantes

6367270
HojeHoje2833
OntemOntem3542
Aviso! Este site utiliza cookies para melhorar e personalizar a navegação dos utilizadores. Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree