CARNAVAL

  • 13.JPG
  • 6.JPG
  • 29.jpg
  • 5.JPG
  • 20.JPG
  • 15.JPG
  • 23.JPG
  • 24.JPG
  • 18.JPG
  • 8.JPG
  • 11.JPG
  • 25.JPG
  • 1.JPG
  • 30.jpg
  • 17.JPG
  • 4.JPG
  • 3.JPG
  • 26.JPG
  • 19.JPG
  • 16.JPG
  • 21.JPG
  • 10.JPG
  • 27.JPG
  • 9.JPG
  • 28.JPG
  • 22.JPG
  • 2.JPG
  • 12.JPG
  • 14.JPG
  • 7.JPG

O Grupo de Música Popular "Madeira Despique Gente Antiga" acaba de lançar o primeiro trabalho discográfico. Surge após muitos anos de atuações pela Ilha. "Era um sonho que tínhamos ao fim de 20 anos de estrada" recorda João Carlos um dos membros do grupo em entrevista ao programa "Madeira em Festa". "Uma boa proposta (do Banco Montepio) com apoio 100%" permitiu apresentar este CD.

O Grupo de Música Popular tem vindo a animar arraiais, Missas do Parto, Festas de Natal, Festa do Vinho, entre outros eventos.

O trabalho discográfico apresenta 15 temas, entre os quais a "Marcha do José da Rebeca" e "A Madeira é um Bailinho". É o primeiro grupo a gravar uma canção de João Luís Mendonça e Ricardo Aveiro.

"Madeira Despique Gente Antiga" surgiu numa espécie de brincadeira, por altura do Dia de Reis. Nélio, outro dos mentores do Grupo, tem vindo a dirigir a parte musical lembra que o reportório é vasto atingindo mais de meia centena de músicas. Os elementos do grupo interpretam temas em português, castelhano e brasileiro.

Emanuel juntou-se à equipa um pouco mais tarde. Tal como os restantes 10 elementos, ajuda na escolha das músicas mais apropriadas para o estilo do Grupo.

Francisco e Virgílio foram outros dos convidados de João Luís Mendonça no programa "Madeira em Festa".

by Madeira Despique Gente Antiga

Fadista Zé António

"A minha história na música começou aos 15 anos quando acompanhava o meu pai". Foi com estas palavras que o fadista Zé António começou por explicar a entrada para o mundo da música. Participava em "aniversários", "casamentos e no Natal andávamos de porta em porta".

"Tudo o que eu sei: rajão, braguinha, viola e acordeão aprendi pela minha cabeça" recorda José António em entrevista ao Programa "Cantinho do Fado".

"Aos 17 anos já tinha gravado uma cassete com o fado Duas Campas" relata o artista madeirense.

O primeiro trabalho discográfico foi lançado no ano 2010: "uma brincadeira que pegou", frisa nesta conversa. Os guitarristas "Marco e Sérgio Abrantes vieram do Continente". "Fado das Horas"; "Sonho desfeito"; "Zanguei-me com o meu amor"; "Heroína do Campo", são alguns dos temas que integram este CD.

Atualmente conta com 7 trabalhos gravados e promete para breve um novo lançamento.

José António teve ainda oportunidade de revelar um pouco da coleção de discos em vinil que acumula ao longo de vários anos.

A esta entrevista junta-se também Manuela, esposa do artista Zé António. Entrou no mundo da música contagiada pelo fadista madeirense.

by Cantinho do Fado

 

"El Charro da Madeira"

Raúl Santos tem 45 anos de carreira musical. Conhecido como "El Charro da Madeira" Raúl é luso-descendente, nascido na Venezuela.

Recorda que nas primeiras atuações "os nervos eram tantos" mas com o tempo ganhou experiência na subida aos palcos.

O artista tem no mercado três trabalhos discográficos: um em grupo e 2 a solo.

Em entrevista o Programa "Madeira em Festa", Raúl Santos recorda a vinda para a Madeira, em 1972. Na altura tinha 10 anos sendo a adaptação "bastante difícil" sobretudo ao nível da escrita.

Relembra também a passagem pelo Orfeão Madeirense. Uma oportunidade fundamental para o sucesso na carreira. 

Já na década de 80 regressou à Venezuela onde permaneceu durante cerca de 20 anos. Uma história de vida para ouvir aqui.

by Madeira em Festa

Vida de Burguês

"Sou burguês aqui sem pataco e sem vintém" é uma pequena parte da letra da música de Agostinho Borges que carateriza bem a figura do "Burguês", cantor natural de Machico.

A paixão pela música começou desde tenra idade, mas o nome artístico surgiu após o 25 de Abril. Em entrevista à Rádio Cantinho da Madeira, o artista reconhece que já nasceu "com veia artística".

Quanto a lançamentos discográficos garante que está praticamente concluído o próximo álbum. No entanto, só deve ser lançado no próximo ano devido à falta de financiamento. O "Burguês" relembra os cerca de 7 mil CD´s que ainda aguardam venda relativos ao álbum anterior.

Em alguns dos temas canta lado a lado com Maria Alves, a parceira dos fados.

Agostinho Borges esteve na empresa "Madeira Só Peixe", no Reino Unido, onde atuou ao vivo. Emissão transmitida em direto na RCM, por António Silva e Felisberto Serrão.

by Especial Madeira So Peixe

Jorge Ferreira

O conceituado artista português Jorge Ferreira atuou pela primeira vez na Madeira em agosto de 1998. Na altura foi entrevistado por João Luís Mendonça, no Programa "Aplauso" emitido no Posto Emissor do Funchal.

Na época realizou espetáculos em Câmara de Lobos, Porto da Cruz e Ribeira da Janela. Uma forma de assinalar os 25 anos de carreira.

O artista tem levado o nome de Portugal a vários cantos do mundo, com músicas que fizeram sucesso. "Carro Preto" e "Papai" são dois dos primeiros temas que marcaram várias gerações.

Nesta conversa recordou que quando começou a cantar nunca pensou alcançar tamanho sucesso na carreira musical.

by Programa Aplauso

Zandinga (1996)

Lesagi Zandinga (Emanuel Gomes) foi entrevistado a 2 de março de 1996 no Posto Emissor do Funchal no programa "Aplauso" produzido por João Luís Mendonça. Zandinga, como era conhecido, nasceu em agosto de 1945. Uma figura com destaque no panorama regional, nacional e internacional já falecido.

by Aplauso

Page 3 of 11

Cantinho da Madeira

O Cantinho da Madeira é um projeto direcionado para a comunidade lusófona criado em julho de 2006. O portal, sem fins lucrativos, contempla uma rádio online com programas regulares produzidos por portugueses na diáspora.
Somos Marca Nacional com registo na Sociedade Portuguesa de Autores.

Nossos visitantes

6391113
HojeHoje1543
OntemOntem4358
Aviso! Este site utiliza cookies para melhorar e personalizar a navegação dos utilizadores. Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree