Madeira

  • 108.jpg
  • 104.jpg
  • 100.jpg
  • 22A.jpg
  • 111.jpg
  • 112.jpg
  • 107.jpg
  • 105.jpg
  • 101.jpg
  • 114.jpg
  • 116.jpg
  • 23A.jpg
  • 113.jpg
  • 106.jpg
  • 110.jpg
  • 109.jpg
  • 103.jpg
  • 115.jpg

O vale que atravessa a freguesia é a imagem de marca da freguesia da Ribeira Brava. A ribeira nasce a mais de 300 metros de altura e tem 8 quilómetros de percurso. Em termos históricos saliente-se que a Ribeira Brava foi elevada à categoria de vila em 1928. Tem 18 km2 e uma população a rondar as 6 500 pessoas.

Nesta freguesia poderá visitar a Igreja de São Bento. É considerado um dos mais antigos templos rurais desta diocese, tendo passado por diversos acrescentos e modificações, mas a primeira edificação não deve ser posterior à segunda metade do século XVI.

É nesta freguesia que se realiza uma festa bem popular: a de São Pedro.

Serra de Água

O nome desta freguesia deve-se aos mecanismos (engenhos mecânicos) que utilizam a força de uma das ribeiras que desagua na Ribeira Brava. Como freguesia, a Serra de Água foi estabelecida em 1680. Está implantada no sopé de altas montanhas muito apreciadas por quem nos visita.

Anualmente, no mês de Janeiro, realiza-se a Mostra de Artesanato na Serra d´Água também conhecida por Feira da Poncha.

A população residente é de 1048 pessoas (Censos 2011).

Campanário

É a segunda freguesia mais populosa do Concelho da Ribeira Brava. De acordo com os últimos Censos a freguesia é composta por 4 471 pessoas. O seu nome está associado aos descobrimentos. 

Reza a história que os navegadores ao passarem pelo Cabo Girão, no século XV, viram um pequeno Ilhéu que lhes pareceu ter a forma de campanário que surgia entre o mar do litoral sul da ilha. Alguns anos depois, esta localidade passou a chamar-se Campanário.
A produção de cereais (trigo e centeio) foi, em tempos, um dos pontos fortes desta freguesia. Durante alguns anos até ocorria exportação destes produtos para o norte de África.

Atualmente a pacata freguesia tem como atividades económicas, a agricultura e o pequeno comércio afetado com a construção da via rápida. O percurso antigo pela estrada regional passou a ser uma segunda opção para a grande maioria das pessoas que se desloca à Ribeira Brava. Graças à Via Rápida é possível chegar do Funchal ao Campanário em menos de 10 minutos, em viatura particular.

A título de curiosidade, saliente-se que a freguesia do Campanário esteve inicialmente integrada no concelho do Funchal até 1835. Mais tarde pertenceu a Câmara de Lobos e depois ao Concelho da Ribeira Brava.

Ponta do Sol

A povoação deste concelho começou bem cedo (século XV).
A fertilidade do solo foi desde logo aproveitada pelos colonizadores; razão pela qual a Ponta do Sol foi um dos centros mais ativos de produção de cana-de-açúcar. Por alvará de D. Manuel, datado de 1501, esta povoação foi elevada à categoria de vila (o aumento populacional e o desenvolvimento económico motivado pela produção de cana sacarina) contribuíram para esta decisão. 
As temperaturas amenas e a proximidade ao mar fazem com que este concelho seja procurado pelos visitantes para umas merecidas férias. 

Localização

Situa-se na costa sul da Madeira a aproximadamente 30 km a Oeste do Funchal. O concelho é limitado pelos municípios da ribeira Brava, Calheta, São Vicente e Porto Moniz.

Pontos de interesse

Dada a sua localização, o concelho é muito procurado para passeios a pé sobretudo na zona do Paul da Serra onde é possível apreciar a floresta indígena. Uma das formas de conhecer a nossa Floresta Laurissilva é percorrer a Levada das Rabaças mas se tem vertigens não o faça. 

População: 8 866habitantes (de acordo com os Censos de 2011)

Área: 44 km2

Feriado:  8 de Setembro

Freguesias de Machico

Esta freguesia destaca-se pelo facto histórico de ter sido o primeiro local onde desembarcaram Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira.
Ao nível enconómico, a freguesia destaca-se pela atividade piscatória, sem esquecer setores importantes como são o comércio e serviços. Um atrativo recente é a construção de uma praia de areia artificial que tem aumentado o movimento de turistas e residentes sobretudo nos meses de maior calor.
Anualmente, no mês de Agosto, a Câmara Municipal organiza a Semana Gastronómica.

Água de Pena

Foi criada em 1560. Actualmente conta com cerca de 2437 habitantes (censos 2011). Conta desde Maio de 2008 com um Parque Desportivo e de Lazer instalado por baixo da pista do Aeroporto Internacional da Madeira. Este parque desportivo oferece campos de hóquei, patinagem, futsal, minibasket, voleibol, andebol, futebol, volei de praia, ténis, padel, squash, e madeirabol. No centro do recinto, foi construído um amplo anfiteatro que permite a realização de espetáculos de diversa natureza.

Caniçal

É uma das mais antigas das pequenas paroquias da Madeira. Foi criada em 1561. O nome "Caniçal" fica a dever-se à abundância de caniços: uma espécie de canas que existiam na altura.
Todos os anos realiza-se nesta freguesia o arraial de Nossa Senhora da Piedade em que os peregrinos transportados em barcos engalanados. O Caniçal ficou ainda conhecido pela caça da baleia. Alguns vestígios desta atividade podem ser apreciados no Museu da Baleia. 
É também nesta freguesia que está instalada a Zona Franca Industrial. Espaço com 120 hectares que acolhe dezenas de empresas. 
Como atrativo, o Caniçal dispõe de uma praia de areia muito procurada pelos banhistas: a Prainha.

Santo da Serra

Esta freguesia está dividida entre os concelhos de Machico e de Santa Cruz.
O campo de golfe é um dos atrativos. É ali que se realizam várias provas internacionais atraindo turistas de todo o mundo. O parque da Quinta da Junta, cujo proprietário é o Governo Regional, está aberto ao público, todos os dias. 
Estão recenseados no Santo da Serra 1 599 habitantes.

Porto da Cruz

Os primeiros exploradores que aqui chegaram colocaram uma cruz na pequena enseada que lhe serve de Porto, daí o nome de Porto da Cruz. Reza a história que um dos primeiros povoadores foi um filho de Tristão Vaz Teixeira.

O Porto da Cruz tem 2 597 habitantes. Possui um microclima com temperaturas amenas todo o ano. A cultura da vinha é uma das principais atividades, nomeadamente da Uva Americana, que apesar de condenada pela União Europeia, continua a ser fonte de rendimento para muitas famílias.

Funchal

O concelho do Funchal teve a sua origem por ocasião do povoamento da Madeira, em 1425. Tudo indica que os primeiros povoadores se fixaram na conhecida zona velha da cidade, onde actualmente se localiza o bairro de Santa Maria.

Rapidamente o Funchal properou e em 1425, D. Afonso V, elevou-o à categoria de vila e sede de concelho. O Porto do Funchal passou então a ser um local de passagem de navegadores portugueses, italianos e flamengos. Os comerciantes que aqui aportavam traziam novos hábitos e culturas, tornando deste modo o Funchal num importante entreposto comercial localizado em pleno Oceano Atlântico.

A 21 de Agosto de 1508 D. Manuel I, em Carta Régia, eleva a vila do Funchal à categoria de cidade.

Mais tarde, já no século XVIII a cidade espande-se pela encosta até ao Monte. Ao longo do século XIX a Madeira tornou-se ponto de passagem de várias personalidades ilustres que procuraram na Ilha a cura para doenças de natureza respiratória. Actualmente, o Funchal é considerado um dos melhores destinos turísticos do mundo.

Localização

O Funchal é delimitado pelos concelhos de Câmara de Lobos, Santa Cruz, Santana e Machico. As ilhas Selvagens fazem parte do município do Funchal, embora localizadas a cerca de 163 milhas da Madeira.

População: 112 015 habitantes (Censos 2011)

Área: 76 km2

Artesanato: bordados da Madeira, artefactos em vime, sapateiro, chapéus de palha, instrumentos musicais, bota de vilão e tapeçaria.

Atividades económicas: comércio, turismo, restauração, oficinas de mecânica, agricultura, hotelaria, serviços, indústria, construção civil.

Gastronomia: espetada regional e filete de espada preto, espetadas em pau de loureiro, bolo do caco, milho frito, bife de atum, carne de vinho e alhos, atum cozido, cozido à portuguesa, sopa de peixe, bolo de mel, bife, queijada madeirense.

Oragos: Imaculado Coração de Maria, Nossa Senhora do Monte, S.Gonçalo, S.Martinho, S.Pedro, S.Roque, Santa Luzia, S.Tiago Menor, Santo António, Nossa Senhora da Assunção.

Feriado Municipal: 21 de Agosto

Neve cobre Curral

A pitoresca freguesia do Curral das Freiras acordou com outro colorido. A intensa queda de neve na Região Autónoma fez com que os picos em redor do Curral ficassem "pintados" de branco.

Os moradores recordam que cenários como este aconteceram no passado e inclusivamente a determinada altura algumas casas ficaram cobertas de neve.

Alguns anos depois, os flocos brancos voltaram a colorir a freguesia.

Câmara de Lobos

Reza a história que João Gonçalves Zarco chegou pela primeira vez a Câmara de Lobos no ano de 1419 tendo o descobridor residido neste concelho até 1424, na conhecida zona do Ilhéu. 

No entanto, o município só foi fundado a 16 de Outubro de 1835.
A Vila de Câmara de Lobos foi elevada a Cidade a 3 de Agosto de 1996 por deliberação da Assembleia Legislativa da Madeira. No ano de 1950, Câmara de Lobos recebeu a visita do antigo primeiro-ministro britânico Winston Churchill.

A freguesia de Câmara de Lobos foi desde sempre um dos centros piscatórios da Madeira, com principal destaque para a captura do peixe-espada preto. Nas restantes freguesias procede-se ao cultivo de banana, a vinha (Estreito de Câmara de Lobos), a castanha no Curral das Freiras e as Cerejas no Jardim da Serra.

Localização

Fica localizado na costa sul da Madeira a aproximadamente 7 km a oeste do Funchal. É limitado pelos concelhos do Funchal, Ribeira Brava, São Vicente e Santana.

População: 35 230 habitantes (Censos 2011)

Área: 53 km2

Actividades Económicas

Além da pesca e da agricultura, foi criado o Parque Industrial da Zona Oeste onde estão implantadas algumas das principais empresas da Ilha.
Este concelho acolhe ainda diversas cooperativas agrícolas, uma fábrica de curtumes e empresas de produção, engarrafamento e comercialização de Vinho Madeira.

Oragos

São Sebastião, Nossa Senhora do Livramento, Nossa Senhora da Graça, São Tiago Menor e Nossa Senhora dos Remédios.

Feriado: 16 de Outubro

Page 6 of 15

Multimédia

Madeira em Vídeo

Cantinho da Madeira

O Cantinho da Madeira é um projeto direcionado para a comunidade portuguesa, criado em julho de 2006. O portal, sem fins lucrativos, contempla uma rádio online com programas regulares produzidos por portugueses na diáspora.

 

Nossos visitantes

7439273
HojeHoje892
OntemOntem6158

Aviso! Este site utiliza cookies para melhorar e personalizar a navegação dos utilizadores. Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree