França: desemprego afeta comunidade

  • DATE 14/06/2020

O conselheiro das comunidades portuguesas em França alertou o Estado português para se preparar para o aumento do desemprego entre os emigrantes. Rui Barata pediu o reforço dos apoios e a colocação de adidos sociais nos consulados.

Na semana passada, o Instituto Nacional de Estatística e de Estudos Económicos francês informou que há mais 500 mil desempregados no país, e esta crise está a afetar muitos portugueses.

Uma grande parte destes novos desempregados inclui trabalhadores temporários, nalgumas áreas onde tradicionalmente a comunidade portuguesa encontra emprego, tal como a construção civil, serviços ou logística, explicou o Conselheiro Português à Agência Lusa.

A esperança é que os novos anúncios do Presidente acelerem o desconfinamento, permitindo assim às empresas de restauração, construção civil e outros setores que retomem a atividade em pleno.

Por enquanto, o Governo continua a suportar o desemprego parcial que em França chega a 84% do salário, mas esta medida não cobre quem está entre trabalhos.

Alguns relatos de situações de precariedade começam a fazer eco na comunidade portuguesa, reforçando a importância de uma maior proatividade das autoridades nacionais.

Fonte: Agência Lusa

Lido 267 vezes Última alteração em domingo, 14 June 2020 11:54
Tagged under:

Artigos relacionados

Visitantes

10042410
Hoje3324

O Cantinho da Madeira nasceu no ano 2006 com o objetivo de promover a Região Autónoma da Madeira, em especial junto da comunidade portuguesa no mundo.

Descarregue as nossas APP´s
para iOS e Android

Top
Aviso! Este site utiliza cookies para melhorar e personalizar a navegação dos utilizadores. More details…