Madeira

  • 114.jpg
  • 108.jpg
  • 115.jpg
  • 100.jpg
  • 107.jpg
  • 104.jpg
  • 112.jpg
  • 103.jpg
  • 101.jpg
  • 111.jpg
  • 110.jpg
  • 23A.jpg
  • 106.jpg
  • 105.jpg
  • 116.jpg
  • 109.jpg
  • 113.jpg
  • 22A.jpg

Arraial do Monte

Manda a tradição que esta noite "todos os caminhos vão dar ao Monte". A freguesia enche-se de milhares de pessoas oriundos de vários cantos da Ilha, turistas e também muitos emigrantes madeirenses que aproveitam esta altura de arraiais para umas férias na Madeira.

O Parque Municipal do Monte, ou Parque Leite Monteiro, localiza-se entre os 500 e os 600 metros de altitude e constitui o coração da freguesia de Nossa Senhora do Monte. A sua construção foi iniciada em 1894 e a primeira fase ficou concluída em 1899.

Entre 1997 e 1999, o Parque passou por importantes obras de requalificação, essencialmente na zona mais baixa, tendo então sido introduzidas árvores, arbustos e plantas herbáceas indígenas da Madeira.

As chuvas diluvianas do dia 20 de Fevereiro provocaram um grande escorregamento no sector sul e as águas turbulentas do ribeiro de Santa Maria danificaram alguns canteiros.

Autor: Raimundo Quintal

Nos primeiros tempos da colonização da ilha da Madeira, havia uma ribeira de água límpida e abundante que encantou os portugueses que lá chegaram. Mas um dia um senhor poderoso resolveu ter aquela água só para si e canalizou a fonte para as suas terras. A população desesperada, porque aquela água era imprescindível à sua sobrevivência, resolveu fazer uma procissão à Senhora do Monte, implorando para que a água voltasse a brotar naquela fonte.

O milagre aconteceu e a água encheu de novo a fonte, mas em quantidade menor do que no início. O povo utilizou então em seu benefício a ideia do desvio da água e, construindo regos, levaram a água mais longe, tornando férteis muitos campos e quintas. A ribeira ficou a ser conhecida como a ribeira de Cales e o milagre da Senhora do Monte ficou para sempre na memória popular.

Dia das Sete Senhoras

O 15 de Agosto ficou conhecido, em outros tempos, como o “Dia das Sete Senhoras”. Uma referência aos sete locais da Madeira onde se celebram as Festas Marianas que assinalam a Solenidade da Assunção de Nossa Senhora.

A tradição mantém-se e, em alguns casos, as celebrações, são consideradas as mais importantes para madeirenses e porto-santenses.

As festas decorrem anualmente, nesta data, nas seguintes localidades:

Nossa Senhora do Monte: freguesia do Monte (Funchal) e no sítio dos Lamaceiros (Porto Moniz);

Nossa Senhora da Graça: freguesias do Estreito da Calheta, Estreito de Câmara de Lobos e ainda no sítio da Graça (Porto Santo);

Nossa Senhora da Guadalupe: freguesia do Porto da Cruz;

Nossa Senhora da Ajuda: Serra de Água

As novas acessibilidades permitem aos forasteiros levar viatura própria quase até às “portas” do arraial. No passado os forasteiros vinham a pé de vários cantos da Ilha.

Em todos os casos a celebração religiosa é complementada com o típico arraial madeirense sendo, por vezes, a maior festividade da localidade por coincidir com a padroeira da freguesia ou sítio.

» Arraial do Monte

É o arraial de maior destaque no mês de agosto. Celebra-se a padroeira do Funchal e de toda a Diocese. Mais do que uma tradição, que se arrasta há largos anos, é acima de tudo uma manifestação de fé que atrai milhares de pessoas ao centro da freguesia. A festa estende-se do Largo da Fonte às Babosas, conhecida pela Capela destruída durante o temporal de fevereiro de 2010 (um novo projeto será erguido no mesmo local).

O ponto alto acontece na véspera, a 14 de agosto. Antigamente os romeiros vinham a pé, em romagem. Agora chegam de viatura particular, de autocarro e mais recentemente há quem opte por se deslocar ao arraial através do Teleférico que liga o Almirante Reis às Babosas. Um meio de transporte mais cómodo libertando o visitante dos problemas de estacionamento, sempre evidentes neste tipo de arraial.

A Festa fica marcada pela forte animação promovida, de forma espontânea, por grupos improvisados que ao som do acordeão, rajão e de outros instrumentos musicais, interpretam quadras ao desafio que chamam a atenção dos que por ali passam. Assim se justifica a expressão popular “No dia 15 de agosto, todos os caminhos vão dar ao Monte”.

As ornamentações merecem particular atenção complementadas com as tradicionais barracas de comes e bebes. A espetada, o bolo do caco e as típicas sandes de carne de vinho e alhos marcam presença obrigatória no arraial.

No dia seguinte a vertente religiosa destaca-se. É o culminar das novenas que antecedem o 15 de agosto (nove eucaristias que servem para preparar a festa). A cerimónia religiosa é presidida pelo Bispo da Diocese do Funchal. É também neste dia que os fiéis pagam as promessas. Alguns percorrem de joelhos as dezenas de degraus que dão acesso ao templo. As velas multiplicam-se bem como outros artigos em cera.

» Arraial da Graça

No Porto Santo o Arraial da Senhora da Graça é dos mais fortes da Ilha. Esta Festa está para o Porto Santo como o Arraial do Monte para o Funchal. No dia 14 de agosto é obrigatório subir à ermida da Graça. Um encontro da fé e da tradição.

A iluminação desce pela montanha ao longo de 500 metros aproximadamente. Na estrada empedrada juntam-se as barracas com as comidas e bebidas tradicionais. A Festa tem a particularidade de reunir os residentes mas também as centenas de pessoas que se encontram de férias na ilha, no mês de agosto. No dia seguinte é celebrada a Eucaristia seguindo-se a Procissão.

Nas restantes localidades da Ilha a Solenidade é assinalada de idêntica forma colocando em evidência a devoção do povo madeirense e de muitos emigrantes de passagem pela Região Autónoma.

José Mário Coelho

José Mário Coelho nasceu no sítio da Corujeira, Monte em 1939. Os pais vão para Lisboa em 1943 com o objetivo de partirem para a Venezuela, mas acabam por ficar no território português.
Assim, José Mário Coelho cresceu na capital portuguesa onde estudou nas escolas Industriais da altura. Foi como voluntário para a FAP: Força Aérea Portuguesa para o curso de radar seguindo-se especialização em Itália. Ingressou na Direção Geral da Aeronáutica Civil.
Em 1970 partiu para o Canadá onde se radicou. Em Toronto iniciou-se nas lides da Rádio colaborando mais tarde com a televisão, jornais e revistas.
Do percurso consta o lançamento do livro "Pequenas Histórias de Gente Grande" que narra 170 histórias de pioneiros portugueses no Canadá. Foi ainda Conselheiro das Comunidades Madeirenses.
Em 2009 recebeu a Comenda de Mérito Nacional pelas mãos do Presidente da República, Cavaco Silva.
Faleceu em outubro de 2014, em Coimbra.
Recordamos uma entrevista concedida a João Luís Mendonça em maio de 2009 aquando de uma passagem pela Madeira.

by Madeira em Festa

Multimédia

Descubra a Madeira

Julgamento dos Compadres

A Sentença dos Compadres é uma manifestação de cariz popular. Surgiu ...

Trabalhos em madeira

Dino Gouveia considera-se um artista. Com as mãos faz trabalhos em ...

Senhora do Sameiro

O monumento em honra de Nossa Senhora do Sameiro foi inaugurado a 23 ...

Batata Doce Gigante

A natureza surpreende-nos. De quando em vez oferece-nos produtos com ...

A homenagem do Centro Cultural de Londres

O Presidente do Centro Desportivo e Cultural Português de Londres ...

"Os Lordes" - Conjunto Musical

[tabs tabs type="vertical" style="red"]  [tab_item title='O ...

O Despique

O despique continua a ser um dos atrativos dos arraiais madeirenses. ...

Seis Po’Meia Dúzia

[tabs tabs type="vertical" style="red"]  [tab_item title='O grupo'] ...

Luis da Paixão Fernandes

Luís da Paixão Fernandes nasceu a 2 de Abril de 1915, no sítio da Boa ...

A matrícula

Esta matrícula está colocada em plena estrada do Paul da Serra. ...

Segunda Feira da Camacha

A tradição remonta aos tempos em que a Camacha integrava a freguesia ...

O estendal

É uma imagem de marca ainda em muitos lares madeirenses, sobretudo ...

O cavalo e o burro

A mensagem foi deixada numa das paredes do Jardim Municipal do ...

O recado

Lá diz o ditado que "o carteiro toca sempre duas vezes". Contudo, ...

Beterraba gigante

A natureza surpreende-nos. Foi colhida na freguesia de São Roque do ...

Amor a Portugal

Por alturas do Mundial, o dono desta casa preparou-se a rigor. Depois ...

Relógio de parede!

Os relógios marcam o tempo independentemente do local onde estejam ...

Abóbora gigante!

Mais um fenómeno da natureza. Esta abóbora é verdadeira. Os donos ...

Carro a gás!

Parecem ser sinais dos tempos de austeridade. O aumento constante do ...

Declaração pública de amor!

Há declarações e declarações de amor. Esta parece-nos original. Numa ...

Conversa de sanitas!

Este momento único foi captado algures nas proximidades do Cabo ...

Não urine no chão!

Há avisos que são para levar à letra. Há outros que depende um pouco ...

Amor ao Benfica

Há várias formas de manifestar amor e simpatia. Neste caso, os ...

Em tempos de crise...

Com menos dinheiro no bolso, há que improvisar quando ...

Regionalismos

Regionalismos são palavras ou expressões que passam de geração em ...

Grupo de Folclore do Porto da Cruz

 HISTORIAL DO GRUPO Inicialmente denominado “Grupo Folclórico e ...

José Silva

[tabs][tab_item title="O artista"] Nasceu no sítio da Achadinha, ...

"O palheirinho"

[tabs tabs type="vertical" style="red"][tab_item title="O ...

Sidónio Silva

[tabs tabs type="vertical" style="red"][tab_item title="O ...

Norberto Gonçalves

[tabs tabs type="vertical" style="red"] [tab_item title="O artista"] ...

João Luís Mendonça

[tabs tabs type="vertical" style="red"]  [tab_item title='O ...

Carina Freitas

[tabs tabs type="vertical" style="red"] [tab_item title="A ...

Grupo de Folclore do Rochão

O Grupo de Folclore do Rochão foi fundado a 17 de dezembro de 1986 ...

Grupo de Folclore da Boa Nova

 HISTORIAL DO GRUPO O Grupo de Folclore e Etnográfico da Boa Nova ...

Limoeiro

O limoeiro (Citrus limon) é uma pequena árvore com ramos jovens e ...

Alecrim

O Alecrim (Rosmarinus officinalis L.) é um arbusto com caules ...

Azeite de Louro

Entre as espécies endémicas de maior relevância na Região Autónoma da ...

Rotunda do Infante

O Chafariz da Rotunda do Infante é uma das imagens de marca da cidade ...

Fajã dos Asnos

O termo Fajã designa um terreno plano, em geral cultivável, de ...

Farol da Ponta do Pargo

O Farol da Ponta do Pargo, localizado no concelho da Calheta, foi ...

Quinta das Cruzes

A Quinta das Cruzes localiza-se junto ao Convento de Santa Clara ...

Parque Municipal do Monte

O Parque Municipal do Monte, ou Parque Leite Monteiro, ...

Quinta Monte Palace

A Quinta que atualmente é propriedade do madeirense Joe Berardo ...

Quinta do Monte

A Quinta do Monte é também conhecida por Quinta Gordon, Quinta ...

Parque Santa Catarina

É um dos maiores espaços verdes da cidade do Funchal com uma área de ...

Palácio de São Lourenço

Iniciada na primeira metade do século XVI, a edificação da fortaleza ...

Centro de Ciência Viva

O Centro Ciência Viva do Porto Moniz, num conceito mais abrangente ...

Forte de São José

O Forte localiza-se na cidade do Funchal. Ergue-se numa extremidade ...

Centro da Freira

O Centro da Freira da Madeira é um espaço que pretende aproveitar o ...

Casa das Mudas

Foi o primeiro Centro Cultural construído de raiz na ilha da Madeira ...

Madeira em Vídeo

Cantinho da Madeira

O Cantinho da Madeira é um projeto direcionado para a comunidade portuguesa, criado em julho de 2006. O portal, sem fins lucrativos, contempla uma rádio online com programas regulares produzidos por portugueses na diáspora.

 

Nossos visitantes

7079593
HojeHoje811
OntemOntem7528

Aviso! Este site utiliza cookies para melhorar e personalizar a navegação dos utilizadores. Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree