Madeira

  • 112.jpg
  • 105.jpg
  • 107.jpg
  • 103.jpg
  • 113.jpg
  • 114.jpg
  • 22A.jpg
  • 111.jpg
  • 106.jpg
  • 115.jpg
  • 100.jpg
  • 110.jpg
  • 23A.jpg
  • 109.jpg
  • 116.jpg
  • 104.jpg
  • 101.jpg
  • 108.jpg

Grupo do Rochão

O Grupo de Folcore do Rochão, na Camacha, foi fundado a 17 de dezembro de 1986. Ao longo de 30 anos de atividade o Grupo tem-se dedicado à preservação do Património Cultural da Região Autónoma da Madeira.

Destaque para as representações a nível Nacional (Portugal Continental e Ilhas), Internacional (Brasil, Itália, Alemanha, França, Inglaterra e Espanha).

Alexandre Rodrigues. um dos fundadores da coletividade, e António Correia (elemento do grupo) foram entrevistados por João Luís Mendonça no Programa "Aplauso".

by Alexandre Rodrigues

O Despique

O despique continua a ser um dos atrativos dos arraiais madeirenses. Grupos de populares juntam-se nas festas tradicionais e ao som do de diversos instrumentos musicais improvisam quadras ao desafio.

No despique não pode faltar o acordeão, o rajão e os bombos. As castanholas e os típicos "pandeiros" são outros dos instrumentos que ajudam a dar outro brilho aos cantares tradicionais.

O despique motiva a atenção de residentes e turistas que se juntam em redor dos cantadores para captar alguns dos momentos da animação.

É uma espécie de jogo cantado que requer muita atenção dos participantes e elevada capacidade de improviso.

A baixa de Santa Cruz recebeu de 1 a 3 de maio mais uma edição de "Sons e Sabores da Madeira". A iniciativa é da Casa do Povo Local em parceria com a Câmara Municipal e Junta de Freguesia.

 HISTORIAL DO GRUPO

Inicialmente denominado “Grupo Folclórico e Recreativo do Porto da Cruz”, surgiu em 14 de Abril de 1974 resultante de um grupo de cantares então existente. Este novo grupo tinha por objectivos divulgar a cultura genuína do meio onde se insere – Porto da Cruz, e dinamizar o convívio salutar entre as populações.

Ao longo dos anos o grupo “transportou” estes traços culturais para fora dos limites da freguesia, evidenciando uma invulgar vivacidade. Esteve na formação do grupo o saudoso Eduardo Caldeira, ícone cultural da freguesia, para além de outros elementos. Para além das actuações por toda a ilha, já esteve em digressão pelo território continental, Canárias e França, tendo já participado em vários programas da RTP.

Conta com a gravação de vários discos contendo o vasto repertório cultural e folclórico desta freguesia. Com o passar dos anos e porque havia necessidade de reestruturação do grupo, foi inserido na Casa do Povo do Porto da Cruz no ano de 2002. Desde essa data tem sido feito um trabalho exaustivo de pesquisa no sentido de enriquecer cada vez mais o repertório e na tentativa de captar novos elementos para assim engrandecer o actual “Grupo de Folclore do Porto da Cruz (Casa do Povo)”. Desde Outubro de 2002, esteve sobre a direcção artística do professor Roberto Moniz até 2010. Neste momento a parte musical é dirigida por Leonardo Correia. O grupo é dirigido por Cláudio Nóbrega, Cirilo Vieira, Leonardo Correia e Adelaide Dias. A juventude e as novas caras vieram dar um novo alento ao grupo de folclore.

No Verão de 2005 representou o Porto da Cruz no III Festival de Folclore do Porto Santo e esteve em digressão em Gran Canária, para além de diversas representações em diversos locais e acontecimentos da Região Autónoma da Madeira. Também em 2005, participou num espectáculo comemorativo dos 500 anos da música tradicional madeirense, realizado no Centro Cívico do Porto da Cruz, do qual resultou na gravação de um DVD.

Em 2006 esteve num intercâmbio, no Norte de Portugal Continental com o Grupo de Cantares de Carrazeda de Ansiães. Em 2007, representou a Região Autónoma da Madeira no Festival de Folclore dos Arrifes – São Miguel – Açores.

Em 2009, participou no Festival de Folclore do Porto Santo e gravou o seu primeiro CD – Saltinho, comemorando 35 anos de actividade. Em Abril de 2010 deslocou-se à Ilha de Tenerife – Espanha. Participa, desde 2009, na gravação do Projecto “Raízes de um Povo”.

Em Agosto de 2011 participou no 52º Festival de Folklore de Jambes –Namur, Província de Namur-Bélgica com o apoio do Grupo de Folclore Masuis e Cotelis.

Em Abril de 2014 celebrou os seus quarenta anos de história. Ainda no mês de Julho deslocou-se a Assafarge – Coimbra, em intercâmbio, para participar em dois festivais internacionais de folclore.

Tem participações em vários DVDs sobre o folclore madeirense, participa em vários arraiais madeirenses ao longo de toda a Ilha da Madeira.

REPERTÓRIO

  1. Baile em Cruz (também conhecido por Polquinha)
  2. Saltinho
  3. Baile Morena Bonita
  4. Baile A Videira
  5. Mourisca do Porto da Cruz (Instrumental/vocal)
  6. Baile Pai do Bailinho
  7. Baile da Repisa ou Baile Pesado
  8. Baile das Romarias
  9. Chamarrita
  10. A Flor dos Malmequeres
  11. Preto (Instrumental/vocal)
  12. Velha da Cacalhada (Instrumental/vocal)
  13. Baile Furado
  14. Despique
  15. A Padeirinha
  16. Baile do Natal
  17. Bailinho da Madeira e Rapsódia
  18. Marcha do Grupo
  19. Hino do Grupo

by Grupo de Folclore do Porto da Cruz

 

 

O Grupo de Folclore do Rochão foi fundado a 17 de dezembro de 1986 pela mão de Alexandre Rodrigues. Surge a partir da cisão com outro grupo, devido a discrepâncias relativamente à interpretação do folclore regional.
O grupo tem pugnado pelo aprofundamento das diversas valências de caráter etno-folclórico, desde: a dança, a música, o canto, o traje, entre outras.
Em 1989, a coletividade promoveu o primeiro intercâmbio com um grupo do continente português. A partir daí têm sido realizadas permutas quer com grupos nacionais, quer internacionais.

Grupo Rochao
Destaque para a realização de festivais de folclore bianuais, que já conta com a X edição a nível nacional e VIII a nível internacional, sendo o primeiro grupo, da região, a levar efeito um festival com esta dimensão.
Atualmente com 27 anos de história, o Grupo de Folclore do Rochão conta com 35 elementos e uma nova reestruturação, apresentando-se pronto para novos desafios com objetivo de preservar e recuperar a nossa identidade regional.

Principais canções e danças tradicionais

Brinco D´Oito
Jogo do Pau
Baile de Cócoras
Baile da Viuvinha
Charamba
Cantiga da carga

Trajes 

A indumentária do grupo de folclore assenta sobre três vectores:
- A evolução no tempo, do espaço e das circunstâncias sócio-económicas.
- Assim aparecem trajes desde finais do séc. XVIII, de todo o séc. XIX e princípios do séc.XX.
- Surgem também caraterísticas próprias do traje nos diversos sítios que compõem a Camacha e finalmente destacam-se pela  circunstância: de trabalho, pastores, domingueiros e de romaria.

Representações Nacionais


1989 – Festival de Fala/89 Coimbra
1993- Digressão à Serra da Estrela e ao Porto
1995- Digressão a Braga e de novo à Serra da Estrela
1996- Digressão ao Algarve
1998- Digressão a Viana do Castelo – Areosa
1999 – Açores – Ilha do Faial – Pedro Miguel
2002 – Viana do Castelo – Carreço/Areosa/Portuzelo/Perre/Gens/Bragança
2005 – Algarve – Lagos/Portimão

Representações internacionais: 
1991- Digressão a Múrcia/Espanha
2000 – Espanha – Madrid – Saragoça
2001 – Alemanha – Füssen – Munique
2003 – França – Clermont Ferrand/Dijon/Paris
2004 – Brasil – S. Paulo / Santos / Florianopolis / Campos Jordão / Barra Bonita / Santa Catarina (Encontro das Nações) e Rio de Janeiro
2006 – Itália – Basilicata – Cidade de Calvello – (Calvello IX Giornata del Folclore)

Outras actividades
Festivais Bianuais de Folclore VIII edição Nacional e VI edição Internacional
Comemoração dos Santos Populares – S. João da Eira da Cruz

Meia Valsinha


Publicações/Edições

CD-áudio “Meia Valsinha” em 2006

Baile de Cócoras

by Grupo de Folclore do Rochão

Entrevista

O Presidente do Grupo de Folclore do Rochão, Ricardo Baptista e António Correia, membro do grupo foram os convidados do Programa "Acerte e Ganhe" no Posto Emissor do Funchal. Emissão conduzida por João Luís Mendonça.

by Grupo Folclore Rochão

© 2015 Grupo de Folclore do Rochão
Caminho do Rochão nº 97 R/C, 
9135 - 362 Camacha, Madeira - Portugal
Tel: (+351) 960 084 463
E-mail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. http://www.gfr.pt

 HISTORIAL DO GRUPO

O Grupo de Folclore e Etnográfico da Boa Nova foi fundado a 15 de Agosto de 1965.

Foi concebido o Alvará do Governo do Distrito Autónomo do Funchal, a 22 de Março de 1966, na pessoa do Governador do Distrito João I. Camacho de Freitas, Capitão-de-Mar-e-Guerra.

Instituição de Utilidade Pública pela Resolução nº905/94 de 29 de Setembro, Publicado no JORAM a 7 de Outubro de 1994;

Estatuto de Superior Interesse Cultural concedido a 9 de Dezembro do mesmo ano, editado no JORAM a 11 de Janeiro de 1995;

Distinções

  • A 5 de Julho de 1990, na passagem do 25º aniversário, a Câmara Municipal do Funchal decidiu, por unanimidade, atribuir um “Voto de Louvor” ao grupo pelo trabalho realizado até então, em prol da cultura e do folclore madeirense.
  • No dia 20 de Julho de 1995 foi deliberado, por unanimidade, um “Voto de Louvor” pelo trabalho no “Roteiro Etnográfico das Carreiras”.

    A 19 de Setembro de 1996, o Diretor Técnico do Grupo, Danilo José Fernandes, foi homenageado pelo Governo Regional da Madeira, com o galardão de “Mérito Turístico”, pelo trabalho desenvolvido em prol do Folclore Etnografia da Região. Por sua vez, do dia 19 de Dezembro de 2006, a associação foi agraciada pelo Governo Regional da Madeira, com o galardão de “Mérito Turístico”, pelos relevantes serviços prestados na área da Cultura.

    Formou no ano de 2000, o grupo denominado: Dança das Espadas com representações assíduas no Arraial de São Pedro, na Vila da Ribeira Brava, a 29 de Junho de cada ano. Inaugurou no dia 18 de Abril de 2007, o Núcleo Museológico de “Arte Popular”, sedeado no Centro Cívico de Santa Maria Maior, onde tem exposto coleções: os Trajes Regionais do Arquipélago da Madeira e as Ferramentas do Linho, o ADN do Povoamento Rural da Madeira. O Núcleo Museológico encontra-se aberto de segunda a sexta-feira das 10:00horas às 17:30h.

    Responsável pelas Organizações: Semana Europeia de Folclore, Feira de Arte Popular Madeirense e Encontro de Xarambistas.

    Já representou a Região Autónoma da Madeira e Portugal continental em diversos países Europeus e da América do Norte e Centro, nomeadamente: Espanha, França, Luxemburgo, Bélgica, Holanda, Alemanha, Áustria, Croácia, Lituânia, Letónia, Finlândia, Suécia, Noruega, Reino Unido, Rússia, Canadá, USA e Venezuela. Mais de 30 digressões a Portugal continental, assim como às regiões autónomas dos Açores, Canárias, Curaçau (Antilhas) e Martinique (Caraíbas)

    Contatos do Núcleo Museológico:

            This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

            https://www.facebook.com/nucleo.museologico

Contatos do Grupo de Folclore e Etnográfico da Boa Nova:

            Tel: 917235321/ 961971946

            Email: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Algumas Atuações do Grupo de Folclore e Etnográfico da Boa Nova

            Restaurante O Lagar, Estreito de Câmara de Lobos às Terças, Quartas,  Quintas e Sextas-feiras às 21:00 horas;

            Restaurante Casal da Penha, Funchal aos Sábados às 20horas

            Restaurante Casa das Espetadas (Hotel VidaMar), às Terças-feiras e Sábados entre as 19:45 e as 21:00 horas.

Page 1 of 3

Multimédia

Descubra a Madeira

Julgamento dos Compadres

A Sentença dos Compadres é uma manifestação de cariz popular. Surgiu ...

Trabalhos em madeira

Dino Gouveia considera-se um artista. Com as mãos faz trabalhos em ...

Senhora do Sameiro

O monumento em honra de Nossa Senhora do Sameiro foi inaugurado a 23 ...

Batata Doce Gigante

A natureza surpreende-nos. De quando em vez oferece-nos produtos com ...

A homenagem do Centro Cultural de Londres

O Presidente do Centro Desportivo e Cultural Português de Londres ...

"Os Lordes" - Conjunto Musical

[tabs tabs type="vertical" style="red"]  [tab_item title='O ...

O Despique

O despique continua a ser um dos atrativos dos arraiais madeirenses. ...

Seis Po’Meia Dúzia

[tabs tabs type="vertical" style="red"]  [tab_item title='O grupo'] ...

Luis da Paixão Fernandes

Luís da Paixão Fernandes nasceu a 2 de Abril de 1915, no sítio da Boa ...

A matrícula

Esta matrícula está colocada em plena estrada do Paul da Serra. ...

Segunda Feira da Camacha

A tradição remonta aos tempos em que a Camacha integrava a freguesia ...

O estendal

É uma imagem de marca ainda em muitos lares madeirenses, sobretudo ...

O cavalo e o burro

A mensagem foi deixada numa das paredes do Jardim Municipal do ...

O recado

Lá diz o ditado que "o carteiro toca sempre duas vezes". Contudo, ...

Beterraba gigante

A natureza surpreende-nos. Foi colhida na freguesia de São Roque do ...

Amor a Portugal

Por alturas do Mundial, o dono desta casa preparou-se a rigor. Depois ...

Relógio de parede!

Os relógios marcam o tempo independentemente do local onde estejam ...

Abóbora gigante!

Mais um fenómeno da natureza. Esta abóbora é verdadeira. Os donos ...

Carro a gás!

Parecem ser sinais dos tempos de austeridade. O aumento constante do ...

Declaração pública de amor!

Há declarações e declarações de amor. Esta parece-nos original. Numa ...

Conversa de sanitas!

Este momento único foi captado algures nas proximidades do Cabo ...

Não urine no chão!

Há avisos que são para levar à letra. Há outros que depende um pouco ...

Amor ao Benfica

Há várias formas de manifestar amor e simpatia. Neste caso, os ...

Em tempos de crise...

Com menos dinheiro no bolso, há que improvisar quando ...

Regionalismos

Regionalismos são palavras ou expressões que passam de geração em ...

Grupo de Folclore do Porto da Cruz

 HISTORIAL DO GRUPO Inicialmente denominado “Grupo Folclórico e ...

José Silva

[tabs][tab_item title="O artista"] Nasceu no sítio da Achadinha, ...

"O palheirinho"

[tabs tabs type="vertical" style="red"][tab_item title="O ...

Sidónio Silva

[tabs tabs type="vertical" style="red"][tab_item title="O ...

Norberto Gonçalves

[tabs tabs type="vertical" style="red"] [tab_item title="O artista"] ...

João Luís Mendonça

[tabs tabs type="vertical" style="red"]  [tab_item title='O ...

Carina Freitas

[tabs tabs type="vertical" style="red"] [tab_item title="A ...

Grupo de Folclore do Rochão

O Grupo de Folclore do Rochão foi fundado a 17 de dezembro de 1986 ...

Grupo de Folclore da Boa Nova

 HISTORIAL DO GRUPO O Grupo de Folclore e Etnográfico da Boa Nova ...

Limoeiro

O limoeiro (Citrus limon) é uma pequena árvore com ramos jovens e ...

Alecrim

O Alecrim (Rosmarinus officinalis L.) é um arbusto com caules ...

Azeite de Louro

Entre as espécies endémicas de maior relevância na Região Autónoma da ...

Rotunda do Infante

O Chafariz da Rotunda do Infante é uma das imagens de marca da cidade ...

Fajã dos Asnos

O termo Fajã designa um terreno plano, em geral cultivável, de ...

Farol da Ponta do Pargo

O Farol da Ponta do Pargo, localizado no concelho da Calheta, foi ...

Quinta das Cruzes

A Quinta das Cruzes localiza-se junto ao Convento de Santa Clara ...

Parque Municipal do Monte

O Parque Municipal do Monte, ou Parque Leite Monteiro, ...

Quinta Monte Palace

A Quinta que atualmente é propriedade do madeirense Joe Berardo ...

Quinta do Monte

A Quinta do Monte é também conhecida por Quinta Gordon, Quinta ...

Parque Santa Catarina

É um dos maiores espaços verdes da cidade do Funchal com uma área de ...

Palácio de São Lourenço

Iniciada na primeira metade do século XVI, a edificação da fortaleza ...

Centro de Ciência Viva

O Centro Ciência Viva do Porto Moniz, num conceito mais abrangente ...

Forte de São José

O Forte localiza-se na cidade do Funchal. Ergue-se numa extremidade ...

Centro da Freira

O Centro da Freira da Madeira é um espaço que pretende aproveitar o ...

Casa das Mudas

Foi o primeiro Centro Cultural construído de raiz na ilha da Madeira ...

Madeira em Vídeo

Cantinho da Madeira

O Cantinho da Madeira é um projeto direcionado para a comunidade portuguesa, criado em julho de 2006. O portal, sem fins lucrativos, contempla uma rádio online com programas regulares produzidos por portugueses na diáspora.

 

Nossos visitantes

7073196
HojeHoje1942
OntemOntem8692

Aviso! Este site utiliza cookies para melhorar e personalizar a navegação dos utilizadores. Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree