Tradições|76b960

A Madeira é uma Região rica em tradições, algumas das quais seculares.

Neste espaço recordamos algumas das mais relevantes.

O verde das latadas é algo caraterístico da altura das vindimas no mês de setembro. A altura da latada varia de 1 a 2 metros. Este sistema de condução da Vinha é o mais indicado tendo em conta o declive acentuado dos terrenos, regra geral…
A boneca de massa é outro atrativo dos arraiais que esteve em vias de desaparecimento, pois durante muito tempo a actividade não foi retomada pelos mais novos.
Os bordados apareceram pela primeira vez na ilha da Madeira por alturas de uma exposição industrial realizada no Funchal. Alguns negociantes ingleses estabelecidos no Funchal exportavam bordados para a Inglaterra e, no início, os bordados eram vendidos apenas a estrangeiros.
Ficou conhecido como a imagem de marca da Madeira. O brinquinho é composto por bonecos em pano, vestidos com o traje regional e transportando às costas caricas e castanholas.
"Tocar e alegrar quem passa na rua" é o lema do projeto Camachofones. O grupo organiza espetáculos de rua espontâneos em diferentes pontos da Ilha.
A história da cana-de-açúcar deixou marcas significativas na sociedade madeirense. Foi uma espécie de “varinha de condão” ou mesmo “ouro branco” para a economia regional. Foi introduzida na Ilha, por ordem do Infante D. Henrique, em 1425, logo após o início da colonização.
No balcão de vendas, os colares de rebuçados de cores diversas despertam a atenção. Registam ainda alguma procura, embora com significado diferente em relação a outros tempos.
As festas em louvor do Divino Espírito Santo são vividas com forte intensidade em todas as paróquias da Madeira.
A função do porco é um dos primeiros momentos do Natal Madeirense. Acontece, geralmente, a partir do dia 8 de Dezembro (Dia da Imaculada Conceição). No meio rural, o suíno é criado, durante alguns meses, num chiqueiro junto à habitação.
É uma das tradições que tende a desaparecer ou entrar na fase do esquecimento. No período da Páscoa era comum as crianças e adultos brincarem ao jogo do belamento.
É um jogo popular praticado em muitas localidades da Madeira tradicionalmente na Páscoa. No entanto, era usado no pátio das escolas pelas crianças em várias alturas do ano.
Como é sabido, os arraiais madeirenses distinguem-se pelos produtos típicos colocados à venda nas “barracas”.
O mechelote é utilizado para esmagar e misturar os ingredientes que compõem a poncha madeirense.Trata-se de uma bebida tradicional preparada com limão, mel de abelhas e aguardente. Por essa razão ficou conhecido como o "pau da poncha" também apelidado com um termo vernáculo, dado o…
A obra de vimes foi uma das principais indústrias da Madeira. A Camacha e a Boaventura (concelhos de Santa Cruz e S.Vicente, respectivamente) foram os principais centros de produção.
O tabaibo é o fruto da tabaibeira. Uma planta da família das cactáceas composta por segmentos carnosos e achatados. Cresce pelas encostas de forma espontânea não implicando, por isso, qualquer tipo de cultivo.
A tangerina é um dos frutos carateristicos da época natalícia. O aroma e o sabor distinguem a tangerina regional das importadas. Só chegam ao mercado no final de novembro e muitas vezes apenas em dezembro. Regra geral são vendidas com as folhas junto ao fruto.
Dino Gouveia considera-se um artista. Com as mãos faz trabalhos em madeira. "Tudo é fruto da imaginação, sem moldes nem desenhos, feito com amor e gosto" sublinha o carpinteiro e marceneiro madeirense. Desde muito cedo que nasceu o gosto pelos trabalhos em madeira.

Visitantes

7575779
Hoje1592

O Cantinho da Madeira nasceu no ano 2006 com o objetivo de promover a Região Autónoma da Madeira, em especial junto da comunidade portuguesa no mundo.

Descarregue as nossas APP´s
para iOS e Android

Top
Aviso! Este site utiliza cookies para melhorar e personalizar a navegação dos utilizadores. More details…