ÚLTIMAS RCM

  • SOS Consumidor - Serviços publicos essenciais
  • Em nome da lei - Alterações laborais
  • Hora do Conto - Joia interior
  • Sementes de Fé - O perdão
  • Raíz do Pensamento - Sem hora marcada
  • Brasil, Músicas Mil - Fafá de Belém
  • Gente da Minha Terra - Lourdes Castro
  • Banda Fixe - 25 anos a cantar
  • SOS Consumidor - Renegociar créditos
  • Sementes de Fé - A família
  • Em nome da lei - Embargos de terceiro
  • Décio lança em abril a "Ponchinha cura"
  • SOS Consumidor - Frutos secos
  • Compras online e direitos do consumidor
  • SOS Consumidor - Brinquedos de Natal
  • DATE 05/07/2021
O Inquisidor Geral Dom Fernão Martins Mascarenhas enviou o deputado do Tribunal de Coimbra à Ilha da Madeira em 1617.
A intenção era percorrer todas as freguesias da Ilha e detetar todos os crimes cometidos.
Foi feito um apelo à confissão com o objetivo de reduzir as penas e a comunidade era obrigada a denunciar os casos que sabia.
As superstições aparecem muito no meio das acusações na área do Funchal. Foram acusadas 13 mulheres chamadas de "feiticeiras".
 
Lido 458 vezes Última alteração em segunda-feira, 05 Julho 2021 22:13

Visitantes

12740239
Hoje1082

O Cantinho da Madeira nasceu no ano 2006 com o objetivo de promover a Região Autónoma da Madeira, em especial junto da comunidade portuguesa no mundo.

Descarregue as nossas APP´s
para iOS e Android

Top
Aviso! Este site utiliza cookies para melhorar e personalizar a navegação dos utilizadores. More details…