ÚLTIMAS RCM

  • Braguinha ou Machete
  • Em nome da lei - Pacto de preferência
  • SOS Consumidor - Reduzir consumo de água
  • Pode o empregador recusar as férias?
  • Entrevista - Ruizinho do Acordeão
  • Em nome da lei - Arresto
  • Sidónio Silva apresenta "Gelatina"
  • Décio Gonçalves e Luís da Corte
  • Regime de economia comum
  • Dicas para poupar água
  • Em nome da lei - União de facto
  • SOS Consumidor - Poupe água
  • Entrevista - Marya Santos
  • Em nome da lei - Posso deserdar um filho?
  • Proteção de denunciantes de infrações
  • DATE 22/01/2022

"Houve um tempo em que eu julguei que tudo o que fazia era imprescindível. Para não falhar em nada, dividia-me, multiplicava-me e subtraía-me.

Fui ficando a cada diz mais previsível. Num estalar de dedos, eu ia e socorria. Mudava a cor dos dias nublados de alguém e seguia. Carregava tudo nas costas e ainda sorria."

Um espaço de reflexão de Rubina Barradas na rubrica "Sinto, logo existo".

Lido 450 vezes Última alteração em Sábado, 22 janeiro 2022 23:02
Tagged under:

Artigos relacionados

Visitantes

13805982
Hoje1526

O Cantinho da Madeira nasceu no ano 2006 com o objetivo de promover a Região Autónoma da Madeira, em especial junto da comunidade portuguesa no mundo.

Descarregue as nossas APP´s
para iOS e Android

Top
Aviso! Este site utiliza cookies para melhorar e personalizar a navegação dos utilizadores. More details…