ÚLTIMAS RCM

  • Sylvia a cantar "Até ao infinito". Oiça a entrevista
  • Maria Leal entrevistada na Rádio Cantinho da Madeira
  • Roni de Melo: Do Brasil para Portugal
  • Nelo Ferreira: de Matosinhos para o Mundo.
  • Já validou as faturas no Portal das Finanças? Conheça os prazos.
  • Valter Duarte: "The Villain".
  • Vozes do Atlântico - Max. Recorde o vídeo.
  • Dias da Festa: Gastronomia na Venezuela
  • Dias da Festa: regresso dos "embarcados"
  • Dias da Festa: Dia da Imaculada Conceição
  • Dias da Festa: Sinais do Natal
  • DECO alerta para uso correto do cartão de crédito. Oiça as recomendações.
  • Comerciantes podem recusar pagamento em dinheiro? Oiça a resposta.
  • Francisco: o "homem das castanhas". Veja o vídeo.
  • DECO deixa recomendações para combater a inflação.
PUB
  • DATE 22/01/2022

"Houve um tempo em que eu julguei que tudo o que fazia era imprescindível. Para não falhar em nada, dividia-me, multiplicava-me e subtraía-me.

Fui ficando a cada diz mais previsível. Num estalar de dedos, eu ia e socorria. Mudava a cor dos dias nublados de alguém e seguia. Carregava tudo nas costas e ainda sorria."

Um espaço de reflexão de Rubina Barradas na rubrica "Sinto, logo existo".

Lido 794 vezes Última alteração em Sábado, 22 janeiro 2022 23:02
Tagged under:

Artigos relacionados

Visitantes

17961721
Hoje4800

Associação Cultural e Recreativa Cantinho da Madeira
NIPC 517 099 950
Registo na ERC: 700067

Descarregue as nossas APP´s
para iOS e Android

Top
Aviso! Este site utiliza cookies para melhorar e personalizar a navegação dos utilizadores. More details…