ÚLTIMAS RCM

  • António Manuel Ribeiro, vocalista UHF, em entrevista à RCM
  • Márcio Amaro: Da Camacha para o mundo da música
  • Colares de "Maios" (vídeo)
  • Sylvia a cantar "Até ao infinito". Oiça a entrevista
  • Maria Leal entrevistada na Rádio Cantinho da Madeira
  • Roni de Melo: Do Brasil para Portugal
  • Nelo Ferreira: de Matosinhos para o Mundo.
  • Já validou as faturas no Portal das Finanças? Conheça os prazos.
  • Valter Duarte: "The Villain".
  • Vozes do Atlântico - Max. Recorde o vídeo.
  • Dias da Festa: Gastronomia na Venezuela
  • Dias da Festa: regresso dos "embarcados"
  • Dias da Festa: Dia da Imaculada Conceição
  • Dias da Festa: Sinais do Natal
  • DECO alerta para uso correto do cartão de crédito. Oiça as recomendações.
PUB

Festa de São Tiago Menor (vídeo)

A Diocese do Funchal celebra, no Primeiro de Maio, a tradicional “Procissão do Voto” entre a Igreja da Sé e a Igreja do Socorro passando pela Rua de Santa Maria. A tradição ligada à fé do povo remonta ao século XVI.

Reza a história que entre 1521 e 1523 a Ilha da Madeira foi devastada pela epidemia da peste. Na época espalhou-se o sofrimento e um grande número de mortos. Perante o terrível mal as autoridades religiosas e civis suplicaram a Deus um milagre por intercessão de São Tiago Menor. Anos mais tarde, em 1538, a peste voltou a causar pânico no Funchal.

Os votos a São Tiago Menor foram renovados, com a realização de uma procissão, onde se implorou a proteção para debelar a doença. As preces terão sido atendidas pelo que o voto foi cumprido e mantido até à atualidade. Inicialmente a procissão acontecia entre a Catedral Madeirense e a Igreja de Santa Maria Maior.

Atualmente o percurso é mais reduzido, mas tal como no passado, conta a presença de elementos da Câmara Municipal do Funchal, governantes, bombeiros, escuteiros, associações e muitos devotos do Padroeiro da Cidade. Segue-se a Solene Eucaristia na Igreja do Socorro onde são renovados os votos de gratidão e pedida a bênção e proteção de S. Tiago Menor para todo o povo da Madeira e Porto Santo.

A maioria dos participantes na procissão transporta, ao pescoço, cordões com flores amarelas. São os chamados “Maios” usados também nas típicas “excursões” à volta da Ilha no dia 1 de Maio. Neste mesmo dia, a Igreja celebra a memória litúrgica de São José Operário: o padroeiro dos trabalhadores.

Lido 25089 vezes Última alteração em segunda-feira, 01 maio 2023 11:38
Cantinho da Madeira

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Media

Artigos relacionados

Visitantes

18289143
Hoje1684

Associação Cultural e Recreativa Cantinho da Madeira
NIPC 517 099 950
Registo na ERC: 700067

Descarregue as nossas APP´s
para iOS e Android

Top
Aviso! Este site utiliza cookies para melhorar e personalizar a navegação dos utilizadores. More details…