ÚLTIMAS RCM

  • Entrevista: Valter Duarte integra musical com estreia para junho, em Londres
  • António Manuel Ribeiro, vocalista UHF, em entrevista à RCM
  • Márcio Amaro: Da Camacha para o mundo da música
  • Colares de "Maios" (vídeo)
  • Sylvia a cantar "Até ao infinito". Oiça a entrevista
  • Maria Leal entrevistada na Rádio Cantinho da Madeira
  • Roni de Melo: Do Brasil para Portugal
  • Nelo Ferreira: de Matosinhos para o Mundo.
  • Já validou as faturas no Portal das Finanças? Conheça os prazos.
  • Valter Duarte: "The Villain".
  • Vozes do Atlântico - Max. Recorde o vídeo.
  • Dias da Festa: Gastronomia na Venezuela
  • Dias da Festa: regresso dos "embarcados"
  • Dias da Festa: Dia da Imaculada Conceição
  • Dias da Festa: Sinais do Natal
PUB
Festa do Pêro Mostra da Sidra, Santo da Serra Arquivo Cantinho da Madeira

Festa do Pêro

A Festa do Pêro transforma a pacata freguesia da Ponta do Pargo, na Calheta, em um verdadeiro ambiente festivo. O evento surgiu em 1984 a pedido da população, em especial dos agricultores.

A Festa é promovida anualmente, no mês de setembro, pela Casa do Povo da Ponta do Pargo, com o apoio do Governo Regional, e é considerado o principal certame organizado na localidade, a par das festividades religiosas.

A Festa do Pêro permite aos agricultores a promoção e escoamento do produto colocado em exposição nas dezenas de barracas espalhadas pela rua principal da freguesia. Surgem também espaços de comes e bebes transformando o evento em um animado arraial, onde não pode faltar a animação musical. O cortejo etnográfico é um dos pontos altos do evento que pretende dar a conhecer algumas das tradições da Ponta do Pargo.

A Festa do Pêro é também aproveitada para a venda de artesanato e de outros produtos agrícolas regionais. O pêro tradicional da Ponta do Pargo é facilmente identificado pelo aroma caraterístico. Dizem alguns escritores que o “perfume” era detetado pelos navios que, em alto mar, se dirigiam para o Funchal.

» Sidra e outros derivados

O pêro é transformado em bolos, doces e “sidra”: uma forma de reaproveitar o produto que não é comercializado em fresco. A sidra é uma bebida tradicional madeirense que resulta da fermentação alcoólica do sumo da maçã ou do pêro. Atualmente a produção acontece nas freguesias dos Prazeres e de Santo António da Serra. É servida quente ou fria.

No Santo da Serra realiza-se anualmente, na mesma altura, a Festa da Sidra: uma iniciativa de cariz popular em homenagem a esta bebida. Nesta freguesia, dividida pelos concelhos de Santa Cruz e Machico, realiza-se um pequeno cortejo alegórico onde se inclui a pisa do pêro ao vivo. Também a Quinta Pedagógica dos Prazeres, na Calheta, organiza a “Mostra da Sidra”.

Uma demonstração da produção que acontece em lagar perante o olhar atento de estrangeiros e residentes. Os três eventos, embora distantes geograficamente, complementam-se na importância dada à produção e transformação do pêro.

Lido 26549 vezes
Cantinho da Madeira

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Artigos relacionados

Visitantes

18399151
Hoje1521

Associação Cultural e Recreativa Cantinho da Madeira
NIPC 517 099 950
Registo na ERC: 700067

Descarregue as nossas APP´s
para iOS e Android

Top
Aviso! Este site utiliza cookies para melhorar e personalizar a navegação dos utilizadores. More details…